“Unorthodox” (“Nada Ortodoxa”) é uma minissérie perfeita para ser assistida na Páscoa/“Unorthodox” is a perfect miniseries to be watched at the Passover

Hoje, durante a Páscoa cristã, muitos de nós celebramos o renascimento após a morte. O ovo de Páscoa traz o simbolismo da vida. Mas, neste momento, também é celebrada a Páscoa judaica, que comemora a liberdade do povo judeu após um longo período de escravidão no Egito. Com a ideia de liberdade em mente, assisti,Continuar lendo ““Unorthodox” (“Nada Ortodoxa”) é uma minissérie perfeita para ser assistida na Páscoa/“Unorthodox” is a perfect miniseries to be watched at the Passover”

“Breaking Bad” e “Ozark” unem na hipocrisia os Estados Unidos ao Brasil/“Breaking Bad” and “Ozark” unite Brazil and the USA in hypocrisy

“Breaking Bad” e “Ozark” são duas séries da Netflix que prendem a atenção do espectador desde o primeiro momento. São muitas as semelhanças entre elas: os protagonistas são pessoas comuns; em “Breaking Bad”, o professor de química Walter White. Em “Ozark”, o planejador de finanças Marty Byrde. Ambos casados, com filhos. Amam a família eContinuar lendo ““Breaking Bad” e “Ozark” unem na hipocrisia os Estados Unidos ao Brasil/“Breaking Bad” and “Ozark” unite Brazil and the USA in hypocrisy”

“Lupin” é uma série que nos diz que vidas negras são inteligentes/”Lupin” is a series which tells us that black lives are intelligent

Quando pensamos em Robin Hood, nos vem à cabeça a imagem de alguém que rouba dos ricos para dar aos pobres. Pois Assane Diop, o protagonista da série “Lupin”, que estreou nos primeiros dias de 2021 na Netflix, traz semelhanças com Robin Hood. No entanto, Diop dá seus golpes nos ricaços de Paris com umContinuar lendo ““Lupin” é uma série que nos diz que vidas negras são inteligentes/”Lupin” is a series which tells us that black lives are intelligent”

“O Gambito da Rainha” e “Anne with an E” são duas meninas igualmente diferentes/”The Queen’s Gambit” and “Anne with an E” are equally different girls

O gambito é uma abertura de jogo de xadrez, na qual o jogador começa a partida oferecendo ao oponente um peão (peça de menor importância) para abrir espaço para se mover no tabuleiro e conquistar as peças importantes do adversário. É uma ação destinada a enganar para derrubar o outro. Assisti à série “O GambitoContinuar lendo ““O Gambito da Rainha” e “Anne with an E” são duas meninas igualmente diferentes/”The Queen’s Gambit” and “Anne with an E” are equally different girls”

A série “o Alienista” me mostrou que eu sou uma barata nojenta/”The Alienist” shows me that I am a disgusting cockroach

Imagine só se o pedido que Kafka fez a seu amigo no leito da morte fosse atendido? Ele pediu, pouco antes de morrer, que todos os seus livros fossem queimados e não publicados. Se isso tivesse acontecido, não conheceríamos o seu personagem principal, Gregor Samsa, que, após uma noite de sonhos intranquilos, acorda metamorfoseado emContinuar lendo “A série “o Alienista” me mostrou que eu sou uma barata nojenta/”The Alienist” shows me that I am a disgusting cockroach”

Minhas Maratonas de Séries sobre Prisões/Binge Watching Series on Prisons

Quem me conhece sabe que eu tenho uma curiosidade genuína pelo universo das prisões, no Brasil e no mundo. O ser humano, confinado dentro de uma cela, sozinho ou com mais 50 presos, revela facetas da personalidade que nem sempre são visíveis no mundo fora da cadeia. Adoro ler romances, ver filmes, peças de teatroContinuar lendo “Minhas Maratonas de Séries sobre Prisões/Binge Watching Series on Prisons”

“Peaky Blinders” é uma série para se ver no escuro/”Peaky Blinders” is a series to be watched in the dark

Todos sabem que a maior e mais importante cidade da Inglaterra é Londres. No entanto, é menos conhecida a informação de que a segunda cidade do país é Birmingham, cidade natal de bandas importantes como Led Zeppelin e Black Sabbath. “Black” em inglês, “Noir”, em francês, é em Birmingham que se passa a escura sérieContinuar lendo ““Peaky Blinders” é uma série para se ver no escuro/”Peaky Blinders” is a series to be watched in the dark”

“Expresso do Amanhã” (“Snowpiercer”): Uma Série que custa o ingresso para dentro de um trem

Acabo de assistir na Netflix à primeira (e, por enquanto, única) temporada da série “Expresso do Amanhã” (no original, “Snowpiercer”). Trata-se de uma série cujo título em português já aponta para o tempo e para o espaço. “Expresso” remete à rapidez; “Amanhã”, ao futuro. O futuro tem pressa e caminha em alta velocidade contra oContinuar lendo ““Expresso do Amanhã” (“Snowpiercer”): Uma Série que custa o ingresso para dentro de um trem”

Uma série da Netflix que é um soco na boca e no olho do estômago/A Netflix series which prevents you from sleeping

Quem acompanha os meus comentários neste blog já percebeu que eu raramente deixo de ler um livro até o fim ou desisto de assistir a uma série antes do último episódio da última temporada. No entanto, eu quase não cheguei ao final do primeiro episódio de uma série da Netflix que me incomodou demais. “OlhosContinuar lendo “Uma série da Netflix que é um soco na boca e no olho do estômago/A Netflix series which prevents you from sleeping”

“Perdidos no Espaço” 50 anos depois/”Lost in Space” 50 years later

A minha infância e a minha adolescência foram marcadas pela televisão. Estou falando dos anos 70. E a televisão foi muito importante na minha formação intelectual. Foi ela que me apresentou, por exemplo, o universo do Monteiro Lobato. A minha imaginação foi também muito alimentada por séries de ficção americanas, como “O Túnel do Tempo”,Continuar lendo ““Perdidos no Espaço” 50 anos depois/”Lost in Space” 50 years later”