“Minari” é uma sequência de clichês que não empolgam/”Minari” is a sequence of tedious clichés

“Minari” é um filme com muitas indicações ao Oscar este ano: Melhor Filme, Diretor,  Ator, Atriz Coadjuvante, Roteiro Original e Trilha Sonora Original. “Minari” é a história de uma família de imigrantes sul-coreanos tentando ganhar a vida nos EUA, no Arkansas nos anos 1980, vivendo em casas com poucos recursos e com pais que tentamContinuar lendo ““Minari” é uma sequência de clichês que não empolgam/”Minari” is a sequence of tedious clichés”

Stephen Hawking traduz o universo com as dúvidas de Hamlet/Stephen Hawking translates the universe through Hamlet ‘s questions

Hamlet, o príncipe dinamarquês na peça de Shakespeare, diz no Ato 2: “Eu poderia ficar encerrado numa casca de noz e me considerar rei do espaço infinito”. O físico inglês Stephen Hawking parte desta fala de Hamlet para tentar explicar para leigos, em seu livro “O Universo numa Casca de Noz”, os complexos sistemas deContinuar lendo “Stephen Hawking traduz o universo com as dúvidas de Hamlet/Stephen Hawking translates the universe through Hamlet ‘s questions”

Filme “Relatos Selvagens” revela a vingança que escondemos dentro do cotidiano nosso de cada dia/Movie “Wild Tales” reveals the revenge that we hide inside our daily routine

Nós, humanos, vivemos no difícil equilíbrio entre a sanidade da civilização e a barbárie da insanidade. Basta apenas um empurrãozinho para que saiamos da serenidade e caiamos no total descontrole, capaz de acender um adormecido desejo de vingança.  Tal desejo pode estar dentro das mais cotidianas ações. É sobre o desejo de vingança que escondemosContinuar lendo “Filme “Relatos Selvagens” revela a vingança que escondemos dentro do cotidiano nosso de cada dia/Movie “Wild Tales” reveals the revenge that we hide inside our daily routine”

“O Médico e o Monstro” é a revelação de um incômodo/”Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde” is the revelation of a nuisance” – 14 de abril de 2021

Quem assistiu ao filme “A Escolha de Sofia”, com Meryl Sreep, sabe o arrepio que causa o momento no qual Sofia, presa com os filhos em um campo de concentração nazista, precisa escolher um dos filhos para morrer. Este é o tipo de escolha que nenhum pai ou mãe sonha em fazer. Acabo de lerContinuar lendo ““O Médico e o Monstro” é a revelação de um incômodo/”Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde” is the revelation of a nuisance” – 14 de abril de 2021”

Um romance que mascara angústias com roupas de falsa felicidade/A novel that masks anguish with clothes of false happiness

A literatura é uma roda que não para de girar. Escritores clássicos e consagrados se misturam a produções contemporâneas, alimentando um moinho de palavras e tecendo enredos em livros que não param de sair do forno. Um deles é o romance “Sobre Sapatos, Sandálias e suas (devidas) Caixas”, da escritora Sada Ali, nascida em Barretos,Continuar lendo “Um romance que mascara angústias com roupas de falsa felicidade/A novel that masks anguish with clothes of false happiness”

“Unorthodox” (“Nada Ortodoxa”) é uma minissérie perfeita para ser assistida na Páscoa/“Unorthodox” is a perfect miniseries to be watched at the Passover

Hoje, durante a Páscoa cristã, muitos de nós celebramos o renascimento após a morte. O ovo de Páscoa traz o simbolismo da vida. Mas, neste momento, também é celebrada a Páscoa judaica, que comemora a liberdade do povo judeu após um longo período de escravidão no Egito. Com a ideia de liberdade em mente, assisti,Continuar lendo ““Unorthodox” (“Nada Ortodoxa”) é uma minissérie perfeita para ser assistida na Páscoa/“Unorthodox” is a perfect miniseries to be watched at the Passover”

Jacqueline Woodson escreve uma novela curta, mas cuja leitura insiste em ficar dentro do leitor/Jacqueline Woodson writes a short novel; however, it insists on remaining inside the reader

“Por muito tempo, minha mãe ainda não estava morta”. Este é o intrigante início do livro “Um Outro Brooklyn”, da escritora americana Jacqueline Woodson. Em 111 páginas, Woodson leva o leitor a Nova Iorque, no Brooklyn, onde, nos anos 70, a personagem Augusta cresceu. O livro é sobre memórias, sobre ser mulher e negra, sobreContinuar lendo “Jacqueline Woodson escreve uma novela curta, mas cuja leitura insiste em ficar dentro do leitor/Jacqueline Woodson writes a short novel; however, it insists on remaining inside the reader”

“Terra em Transe” não é um filme; é uma ideia/”Earth Entranced” is not a movie; it is an idea

Finalmente respirei fundo e assisti até o fim a um filme do Glauber Rocha. “Terra em Transe” não é um filme fácil. É denso, uma narrativa lenta para quem está acostumado com o cinema do século 21. Mas Martin Scorsese adorou. É em preto e branco. E se passa em um país fictício, Eldorado, masContinuar lendo ““Terra em Transe” não é um filme; é uma ideia/”Earth Entranced” is not a movie; it is an idea”

O filme “M8 – Quando a Morte Socorre a Vida” é o Brasil que se nega a aceitar a cor de sua pele/Movie “M8” is Brazil and the denial of its blackness

A cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado no Brasil. Deveria doer ler esta estatística. Mas ela é disfarçada de silêncio. Esta dor está na Netflix, no recém-lançado filme de Jeferson De “M8 – Quando a Morte Socorre a Vida”. É sobre morte de negros que o Brasil silencia; é sobre o racismo contraContinuar lendo “O filme “M8 – Quando a Morte Socorre a Vida” é o Brasil que se nega a aceitar a cor de sua pele/Movie “M8” is Brazil and the denial of its blackness”

Ler ‘A Autobiografia”, de Woody Allen, é um prazer comparado ao de assistir a seus melhores filmes/Reading Woody Allen´s “Apropos of Nothing” is as pleasurable as watching his best films

Woody Allen é um dos diretores de cinema mais interessantes e um dos meus favoritos. Com diálogos e personagens bem-humorados, seus filmes retratam situações dramáticas com as quais nós rapidamente nos identificamos. Recentemente ele lançou a história de sua vida em livro, “A Autobiografia”, que poderia muito bem ser o enredo de um dos filmesContinuar lendo “Ler ‘A Autobiografia”, de Woody Allen, é um prazer comparado ao de assistir a seus melhores filmes/Reading Woody Allen´s “Apropos of Nothing” is as pleasurable as watching his best films”