Os Contos do Moçambicano Mia Couto escondem um mundo que levita/Mozambican Mia Couto ́s short stories hide a world that levitates

Contos do nascer da terra

O escritor moçambicano Mia Couto é um construtor de esconderijos. O mais popular autor de seu país escreve em português, uma língua que se esconde entre tantas outras nesta sofrida terra na costa leste africana. Em português, Mia Couto escreve segredos, que ele faz questão de esconder dentro de contos. Mia Couto escreve contos em prosa. Uma prosa que se disfarça de parágrafos. Mas o que Mia Couto realmente faz é escrever poesia em parágrafos, versos em histórias, estrofes em contos que são verdadeiros poemas. Dizer que Mia Couto escreve em prosa poética é omitir que ele escreve poemas que se escondem dentro de uma prosa em trevas.

Seu livro “Contos do Nascer da Terra” mantém vivo o estilo consagrado de Mia, com enredos de personagens fantásticos, narrados com neologismos que são tecidos com palavras que deslocam o sentido original para apontá-las para um destino escuro e infinito, sugerindo metáforas que devolvem seu sentido original. Mia Couto esconde uma palavra atrás dela mesmo.

Os trinta e cinco contos deste livro são um convite para o leitor levitar em histórias de personagens que amam, que traem, que sofrem, que morrem e que pensam que viver é muito perigoso. Leitura para quem gosta de flutuar na terra. 

English Mozambican writer Mia Couto is a builder of hiding places. The most popular author in his country writes in Portuguese, a language hidden among so many others in this long-suffering land on the East African coast. In Portuguese, Mia Couto writes secrets, which he makes a point of hiding inside stories. Mia Couto writes short stories in prose. A prose that disguises itself as paragraphs. But what Mia Couto really does is write poetry in paragraphs, verses in stories, stanzas in short stories that are true poems. To say that Mia Couto writes in poetic prose is to omit that he writes poems that are hidden within a prose in darkness.

His short story book “Contos do Nascer da Terra” (“Tales from the Earthrise”) keeps Mia’s acclaimed style alive, with plots of fantastic characters, narrated with neologisms that are woven with words that displace the original meaning to point them towards a dark and infinite destiny, suggesting metaphors that recover their original meaning. Mia Couto hides a word behind itself.

The thirty-five short stories in this book are an invitation for the reader to levitate on stories of characters who love, who betray, who suffer, who die and who think that living is very dangerous. This is a book for those who like to float on Earth.

Publicado por Anderson Borges Costa

Anderson Borges Costa, brasileiro, é autor dos romances “Rua Direita” (Chiado, 2013), “Avenida Paulista, 22″ (Giostri, 2019) e do livro de contos “O Livro que não Escrevi” (Giostri, 2016 – do qual, um dos contos foi traduzido para o inglês no Canadá), além das peças teatrais “Quarto Feito de Cinzas” (traduzida para o italiano para ser apresentada na Itália), “Elevador para o Paraíso” e “Três por Quarto”. Premiado no Prêmio Guarulhos de Literatura (categorias Livro do Ano e Escritor do Ano) e no Concurso Literário do Instituto Federal São Paulo. É coordenador do Departamento de Português da escola internacional Saint Nicholas, em São Paulo, onde também atua como professor de Português e de Literatura Brasileira. É professor de Inglês no curso Cel Lep. Formado e pós-graduado pela Universidade de São Paulo em Letras (Português, Inglês e Alemão), é crítico literário e resenhista de livros para várias revistas de arte e literatura, como a “Germina”, onde assina a coluna “Adrenalina nas Entrelinhas”. É paulistano e nasceu em 29 de janeiro de 1965. Participou do último filme da diretora Anna Muylaert, “Mãe só há uma”, fazendo uma figuração como o professor de literatura do protagonista.

2 comentários em “

Deixe uma resposta para crisasperti Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: