O Filme “Rosa e Momo” nos lembra que Sophia Loren e Fernanda Montenegro unem a Itália ao Brasil/Movie “The Life Ahead” shows us that Sophia Loren and Fernanda Montenegro unite Italy to Brazil

ROSA E MOMO | Crítica do filme Netflix - YouTube

Estreou na Netflix há pouco mais de um mês o mais recente filme estrelado por Sophia Loren, “Rosa e Momo”. Eu diria que Sophia Loren está para a Itália assim como Fernanda Montenegro está para o Brasil. E o filme “Rosa e Momo”, com Sophia Loren, lembra o enredo de “Central do Brasil”, com Fernanda Montenegro: garoto órfão sem lar acaba sendo acolhido por mulher idosa, solteira e pobre. Garoto e mulher, após um início em que se estranham, começam a desenvolver afeto um pelo outro. Este é apenas o início das histórias, e as semelhanças terminam aí. São dois belos filmes, e “Rosa e Momo” mostra uma Itália muito parecida com o Brasil, e uma trilha sonora que inclui a música “Malandro”, na inconfundível voz de Elza Soares. O filme me emocionou.

A separação, a violenta quebra de relações humanas e políticas, a difícil luta pela sobrevivência e para ganhar dinheiro, legalmente ou não, são temperados com improváveis relações harmônicas entre negros e brancos, judeus e muçulmanos (na católica Itália), prostitutas, transgêneros e heterossexuais. Os conflitos modernos entre as pessoas fazem transparecer que, por trás de qualquer rótulo que criamos, habita um ser humano. “Rosa e Momo” é um filme sobre as relações humanas.

Para terminar, lembro aqui que o anúncio, na cerimônia do Oscar de 1999 de melhor filme estrangeiro (“Central do Brasil” foi indicado), na qual Fernanda Montenegro foi também indicada como melhor atriz, foi feito por… Sophia Loren. “Rosa e Momo”, Sophia e Fernanda; somos todos filhos de um realismo que emociona. Se não viu, veja “Rosa e Momo”.

English – The latest film starring Sophia Loren, “The Life Ahead”, debuted on Netflix a little over a month ago. I would say that Sophia Loren is for Italy just like Fernanda Montenegro is for Brazil. And the film “The Life Ahead”, with Sophia Loren, reminds us of the plot of “Central Station”, with Fernanda Montenegro: an orphan boy without a home ends up being welcomed by an elderly, single and poor woman. Boy and woman, after a start in which they behave like strangers, begin to develop affection for each other. This is just the beginning of the stories, and the similarities between both movies end there. Those are two beautiful films, and “The Life Ahead” shows an Italy which is very similar to Brazil, and a soundtrack that includes the song “Malandro”, by the unmistakable voice of Elza Soares. The movie has touched me.

Separation, violent breakdown of human and political relations, difficult struggle for survival and to earn money, legally or not, are tempered with unlikely harmonic relationships between blacks and whites, Jews and Muslims (in Catholic Italy), prostitutes, transgenders and heterosexuals. Modern conflicts between people make it clear that, behind any label we create, inhabits a human being. “The Life Ahead” is a film about human relations.

Finally, I would mention here that the announcement, at the 1999 Academy Awards ceremony for best international feature film (“Central Station” was nominated), in which Fernanda Montenegro was also nominated as best actress, was made by… Sophia Loren. “The Life Ahead”, Sophia and Fernanda; we are all children of a moving realism. If you didn’t see it, please watch “The Life Ahead”.

Publicado por Anderson Borges Costa

Anderson Borges Costa, brasileiro, é autor dos romances “Rua Direita” (Chiado, 2013), “Avenida Paulista, 22″ (Giostri, 2019) e do livro de contos “O Livro que não Escrevi” (Giostri, 2016 – do qual, um dos contos foi traduzido para o inglês no Canadá), além das peças teatrais “Quarto Feito de Cinzas” (traduzida para o italiano para ser apresentada na Itália), “Elevador para o Paraíso” e “Três por Quarto”. Premiado no Prêmio Guarulhos de Literatura (categorias Livro do Ano e Escritor do Ano) e no Concurso Literário do Instituto Federal São Paulo. É coordenador do Departamento de Português da escola internacional Saint Nicholas, em São Paulo, onde também atua como professor de Português e de Literatura Brasileira. É professor de Inglês no curso Cel Lep. Formado e pós-graduado pela Universidade de São Paulo em Letras (Português, Inglês e Alemão), é crítico literário e resenhista de livros para várias revistas de arte e literatura, como a “Germina”, onde assina a coluna “Adrenalina nas Entrelinhas”. É paulistano e nasceu em 29 de janeiro de 1965. Participou do último filme da diretora Anna Muylaert, “Mãe só há uma”, fazendo uma figuração como o professor de literatura do protagonista.

2 comentários em “O Filme “Rosa e Momo” nos lembra que Sophia Loren e Fernanda Montenegro unem a Itália ao Brasil/Movie “The Life Ahead” shows us that Sophia Loren and Fernanda Montenegro unite Italy to Brazil

  1. Que linda ponte entre Brasil e Itália você fez, Anderson! Parabéns pela sua sensibilidade e olhar atento a detalhes que nem sempre são evidentes ou percebidos na velocidade dos nossos tempos.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: