Leituras para 2020/Readings in 2020

Introdução ao libertarianismo: 5 livros fundamentais

O ano novo começa, e a pilha de livros que me acompanharão em 2020 não para de crescer. Entrei o ano lendo a instigante biografia de Susan Sontag, escrita por Benjamin Moser. Ao meu lado, repousam, aguardando a sua vez, “Belchior – Apenas um Rapaz latino-Americano” (Jotabê Medeiros), “Oblómov” (Ivan Gontcharóv), “Sobre os Canibais” (Caetano W, Galindo), “Operação Condor” (Anna Lee e Carlos Heitor Cony), “Incidentes na Vida de uma Menina Escrava” (Harriet Ann Jacobs), “Haroldo de Campos, Tradutor e Traduzido” (orgs: A. Guerini, W. C. Costa e S. Homem de Mello), “O Asno de Ouro” (Apuleio), “Metrópole à Beira-Mar” (Ruy Castro), “The God of Small Things” (Arundhati Roy), “A Ocupação” (Julián Fuks), “Vida a Granel” (César Magalhães Borges), “L´Ecole des Femmes” (Molière) e “O Quarto de Giovanni” (James Baldwin). Comentarei aqui alguns dele, conforme eu os for lendo.

In English: The new year has just begun, and the pile of books next to me keeps growing. I spent the turn of the year reading Benjamin Moser’s biography on Susan Sontag. Some of the next in line include: “Incidents in the Life of a Slave Girl” (Harriet Ann Jacobs); “Giovanni’s room” (James Baldwin); “The God of Small Things” (Arundhati Roy); “The Golden Ass” (Apuleius); “L´Ecole des Femmes” (Molière); “Oblómov” (Ivan Gontcharóv); singer Belchior’s biography, (by journalist Jotabê Medeiros); “Sobre os Canibais” (Caetano W, Galindo); “Operação Condor” (Anna Lee e Carlos Heitor Cony); “Haroldo de Campos, Tradutor e Traduzido” (orgs: A. Guerini, W. C. Costa and S. Homem de Mello); “Metrópole à Beira-Mar” (Ruy Castro); “A Ocupação” (Julián Fuks); and “Vida a Granel” (César Magalhães Borges). I will comment on some of them in this blog as I finish reading them.

Publicado por Anderson Borges Costa

Anderson Borges Costa, brasileiro, é autor dos romances “Rua Direita” (Chiado, 2013), “Avenida Paulista, 22″ (Giostri, 2019) e do livro de contos “O Livro que não Escrevi” (Giostri, 2016 – do qual, um dos contos foi traduzido para o inglês no Canadá), além das peças teatrais “Quarto Feito de Cinzas” (traduzida para o italiano para ser apresentada na Itália), “Elevador para o Paraíso” e “Três por Quarto”. Premiado no Prêmio Guarulhos de Literatura (categorias Livro do Ano e Escritor do Ano) e no Concurso Literário do Instituto Federal São Paulo. É coordenador do Departamento de Português da escola internacional Saint Nicholas, em São Paulo, onde também atua como professor de Português e de Literatura Brasileira. É professor de Inglês no curso Cel Lep. Formado e pós-graduado pela Universidade de São Paulo em Letras (Português, Inglês e Alemão), é crítico literário e resenhista de livros para várias revistas de arte e literatura, como a “Germina”, onde assina a coluna “Adrenalina nas Entrelinhas”. É paulistano e nasceu em 29 de janeiro de 1965. Participou do último filme da diretora Anna Muylaert, “Mãe só há uma”, fazendo uma figuração como o professor de literatura do protagonista.

2 comentários em “Leituras para 2020/Readings in 2020

Deixe uma resposta para Juliana Pelluzzi Marchiori Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: