Mídia

O que foi dito

SOBRE “RUA DIREITA”

“O anti-herói deste romance (“Rua Direita”) não é uma pessoa de carne e osso. É um símbolo, uma representação de cada um de nós. E a rua Direita não é bem uma rua. É um lugar mágico, um universo em miniatura”. Luiz Bras – Folha de São Paulo

“O desenvolvimento errante do protagonista de “Rua Direita” corrói toda e qualquer chance de uma narrativa linear, clara e, portanto, lúcida. Na verdade, são fragmentos narrativos que revelam a insanidade do inesperado, com percurso mais para o irracional dos pensamentos, o que é pertinente ao projeto do livro – trata-se de obra com aspiração moderna”. Valor Econômico

Entrevista na Rádio CBN: http://cbn.globoradio.globo.com/programas/cbn-sao-paulo/2016/02/13/LINGUAGEM-USADA-NO-RUA-DIREITA-E-UMA-TRADUCAO-DO-CAOS-ORGANIZADO.htm

Entrevista na TV Justiça (Programa Iluminuras): https://www.youtube.com/watch?v=eQVvC7dwZTw

Resenha no Três Leitoras: http://www.tresleitoras.com.br/2014/07/resenha-rua-direita.html

Resenha no Literalizando Sonhos: http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2014/07/resenha-rua-direita-anderson-borges.html

Resenha no Bloguinhas Paradise (de Portugal): http://bloguinhasparadise.blogspot.pt/2014/07/opiniao-rua-direita-anderson-borges.html

Resenha no 1001 Nuccias: http://1001nuccias.blogspot.com.br/2016/09/traca-literaria-resenha-livro-rua-direita.html

Revista “Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea” UFRJ: https://revistas.ufrj.br/index.php/flbc/article/view/17448

Reportagem na GloboNews: http://g1.globo.com/globo-news/jornal-das-dez/videos/t/todos-os-videos/v/historia-dos-461-anos-de-sao-paulo-pode-ser-contada-nas-ruas-do-centro/3917701/

SOBRE “O LIVRO QUE NÂO ESCREVI”

“O Livro que Não Escrevi é trabalhado em prosa poética, coalhada de jogos de palavras, paronomásias, aliterações e neologismos que sustentam um ritmo cadenciado. São contos curtos que exploram a complexidade humana de personagens em ambientes e épocas diferentes – de um mendigo a um poeta, da São Paulo contemporânea ao antigo Egito. Como denominador comum, laivos de angústia e desejo, anseios e força vital diante das dificuldades da vida. Jornal Valor Econômico


O jornalista esportivo Juca Kfouri publicou na íntegra, em seu blog, um conto de “O Livro que não Escrevi”, o “Implacável Placar”, inspirado na derrota do Brasil para a Alemanha por 7×1 na Copa do Mundo no Brasil. Blog do Juca Kfouri: http://blogdojuca.uol.com.br/2016/11/implacavel-placar/

Entrevista para a Revista Conexão Literatura: http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2018/03/anderson-borges-costa-e-o-livro-que-nao.html

Entrevista no Programa Criador de Mundos (Rádio Geek): https://www.youtube.com/watch?v=KqHVoVvuyjo

Resenha no 1001 Nuccias: http://1001nuccias.blogspot.com.br/2016/12/traca-literaria-resenha-livro-o-livro.html

SOBRE “AVENIDA PAULISTA, 22”

“Comecei a gostar muito desde o início do livro! O personagem-narrador de 1922 não fala apenas com expressões do começo do século XX; ele ‘pensa’ como um jovem do começo do século XX! Até a rebeldia dele é controlada.” Maria Rita Kehl, psicanalista.

Entrevista na Rádio CBN: https://audioglobo.globo.com/cbn/podcast/feed/339/cbn-audiobook?audioId=263570

Resenha no Suplemento de Cultura do Valor Econômico: https://www.valor.com.br/cultura/6295583/livro-conecta-semana-de-22-com-ficcao-cientifica

Reportagem na Folha Metropolitana sobre Prêmio Guarulhos de Literatura: https://www.fmetropolitana.com.br/sairam-os-vencedores-do-premio-guarulhos-de-literatura-e-do-premio-jovens-escritores/

Resenha no 1001 Nuccias: https://1001nuccias.blogspot.com/2019/05/resenha-livro-avenida-paulista-22


POEMA PUBLICADO NA “REVISTA CONEXÃO LITERATURA”

Foi publicado na edição de janeiro de 2020 o poema “A Tua Mais Completa Tradução”, que brinca com as palavras em inglês e português a fim de sugerir as ideias de ação, formação, informação e transformação. Clique no link para ler o poema na revista:

http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2020/01/poema-tua-mais-completa-traducao-por.html?fbclid=IwAR0IheaqDXLBV95_2X0EzDPYRjfnzXsyCFHRcZP9hgyzOFzOnficm-rAkFE

%d blogueiros gostam disto: