O Documentário “Elza & Mané” é um afinado gol de placa/The Documentary “Elza & Mané” is a fine goal

Ele passava o pé sobre a bola, fazia que ia para a direita, passava o pé sobre a bola novamente, fazia que ia para a esquerda e, após deixar o zagueiro deitado no gramado, ia para a direita. Assistir aos dribles de Garrincha sempre foi um momento feliz, engraçado, que levava sorriso ao rosto de todos os torcedores. Ela passava por dor, dó, ré, mi, fá até atingir um inatingível rouco sol com sua voz quente e ensolarada para afinar o grito de pretos e famintos estômagos roucos de fome. O casal mais divino que o Brasil já produziu é tema de um delicioso documentário, “Elza & Mané”, que estreou na semana passada no Globoplay. 

A vida de Elza Soares e de Mané Garrincha foi um sobe e desce, defesa contra ataque, sons graves e agudos, que se alternaram em doces e amargos goles de uma vida em comum que se iniciou há 60 anos, em 1962, ano em que Mané deu de presente à Elza a Copa do Mundo. Para Mané, Elza foi seu mundo. Para Elza, Mané foi todas as notas musicais, entoadas com emocionantes variações de altura, que provocaram doloridas quedas na cantora que interpretou, com heroísmo épico e trágico, um Brasil mestiço que teve coragem de mostrar o talento macunaímico que canta e encanta um mundo que dá voltas em redondos microfones em redondas bolas. O documentário “Elza & Mané” é um afinado gol de placa para o Brasil.

English – He would pass his foot over the ball, make it go to the right, pass his foot over the ball again, make it go to the left and, after leaving the defender lying on the ground, go to the right. Watching Garrincha’s dribbles was always a happy, funny moment, which brought a smile to the faces of all the fans. She went through C, D, E, M until she reached an unattainable F with her warm and sunny voice to tune the scream of black and hungry stomachs filled with poverty. The most divine couple that Brazil has ever produced is the subject of a delightful documentary, “Elza & Mané”, which premiered last week on Globoplay.

The life of Elza Soares and Mané Garrincha was an up and down, defense against attack, bass and treble sounds, which took turns in sweet and bitter sips of a life in common that began 60 years ago, in 1962, the year in which Mané gave Elza the World Cup as a gift. For Mané, Elza was his world. For Elza, Mané was all the musical notes, sung with exciting variations in height, which caused painful falls in the singer who interpreted, with epic and tragic heroism, a mestizo Brazil that had the courage to show the macunaímic talent that sings and enchants a world that turns around microphones into round balls. The documentary “Elza & Mané” is a perfect goal for Brazil.

Publicado por Anderson Borges Costa

Anderson Borges Costa, brasileiro, é autor dos romances “Rua Direita” (Chiado, 2013), “Avenida Paulista, 22″ (Giostri, 2019) e do livro de contos “O Livro que não Escrevi” (Giostri, 2016 – do qual, um dos contos foi traduzido para o inglês no Canadá), além das peças teatrais “Quarto Feito de Cinzas” (traduzida para o italiano para ser apresentada na Itália), “Elevador para o Paraíso” e “Três por Quarto”. Premiado no Prêmio Guarulhos de Literatura (categorias Livro do Ano e Escritor do Ano) e no Concurso Literário do Instituto Federal São Paulo. É coordenador do Departamento de Português da escola internacional Saint Nicholas, em São Paulo, onde também atua como professor de Português e de Literatura Brasileira. É professor de Inglês no curso Cel Lep. Formado e pós-graduado pela Universidade de São Paulo em Letras (Português, Inglês e Alemão), é crítico literário e resenhista de livros para várias revistas de arte e literatura, como a “Germina”, onde assina a coluna “Adrenalina nas Entrelinhas”. É paulistano e nasceu em 29 de janeiro de 1965. Participou do último filme da diretora Anna Muylaert, “Mãe só há uma”, fazendo uma figuração como o professor de literatura do protagonista.

3 comentários em “O Documentário “Elza & Mané” é um afinado gol de placa/The Documentary “Elza & Mané” is a fine goal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: